Câmara de Vereadores de Farroupilha deve devolver cerca de R$ 300 mil à prefeitura

Na tarde de ontem, 18, o presidente da Câmara de Vereadores de Farroupilha, vereador Thiago Brunet, apresentou, em coletiva de imprensa, as principais ações realizadas durante o ano de 2018. No total, mais de cinco mil pessoas acompanharam as 82 sessões ordinárias realizadas durante o ano. Durante o período, também ocorreu uma sessão extraordinária, 11 sessões solenes, e a cedência do espaço à entidades por 78 vezes.

Dentre as ações destacadas pelo vereador durante a coletiva, está a criação do Manifesto Popular, com a realização de nove sessões em bairros e comunidades do município. Segundo Brunet, a avaliação desta ação foi positiva, embora o envolvimento da população ainda seja pouco expressivo. De toda forma, ele salienta que o projeto serviu não somente para ouvir as demandas da comunidade, mas incentivá-la a envolver-se mais com a política.

Outro ponto apresentado pelo presidente , foi o valor estimado que foi economizado pelos vereadores da casa legislativa farroupilhense ao longo do ano, e que será devolvido aos cofres da prefeitura de Farroupilha. Segundo ele, ainda que os números ainda não estejam precisamente fechados devido aos gastos que ainda podem haver nos dias finais do mês, o valor a ser devolvido deve girar em torno de R$ 300 mil. De acordo com Brunet, a Câmara de Vereadores pode utilizar até 7% do valor total do orçamento do município, mas este ano foram usados cerca de 1,88%. Segundo ele, cerca de R$ 100 mil também foram devolvidos em 2018 para complementar uma verba de asfaltamento rural na cidade. Ele afirma, diante dos números, que a casa legislativa farroupilhense é bastante econômica se comparada com outras da região. “Somos uma das casas mais enxutas do Estado”, salienta.

Outro destaque do vereador, enquanto presidente, foi a realização do Fórum Municipal da Água e o Fórum Lixo Zero. Conforme Brunet, a luta por saneamento básico e água de qualidade é assunto fundamental para a população. Enquanto presidente, apresentou ao poder executivo municipal um dossiê sobre a situação da água em Farroupilha, que posteriormente foi utilizado pelo prefeito Claiton Gonçalves como subsídio para cobrar mudanças por parte do órgão competente.

Durante sua apresentação, o presidente também destacou o seu desejo pessoal em negociar a aquisição do prédio onde hoje está situada a Câmara de Vereadores, ou planejar outra alternativa para reduzir o gasto mensal atual que é utilizado com o pagamento do aluguel do espaço. Segundo ele, o valor é muito oneroso e pode ser reduzido.

Outros projetos desempenhados em 2018 e destacados pelo parlamentar foram a realização do LIMPE, informativo trimestral referente aos atos da Câmara Municipal, a reforma da sala de reuniões, e a inauguração da Sala da Democracia vereador Ulysses João Castagña, em homenagem ao primeiro presidente da Câmara de Vereadores de Farroupilha.

 

Ouça a entrevista com o presidente da Câmara de Vereadores de Farroupilha, vereador Thiago Brunet:

 

Foto: Mirna Messinger