Campanha de vacinação contra a febre aftosa é prorrogada

A campanha de vacinação contra a febre aftosa, que estava prevista para encerrar nesta quinta-feira, dia 31, foi prorrogada até o dia 15 de junho. A medida se deve a um pedido feito pela Fetag e Farsul, entidades que representam os setores da agricultura e pecuário no Rio Grande do Sul. O adiamento do fim da campanha ocorre devido à greve dos caminhoneiros em todo o país.

Devem ser vacinados todos os bovinos e bubalinos. O produtor que ainda não imunizou seu rebanho deve procurar as casas agropecuárias para adquirir as doses. De acordo com o chefe da Inspetoria Veterinária de Farroupilha, Vinicius Melo, a situação de Farroupilha é tranquila, pois há um grande índice de animais já vacinados. “Hoje a gente tem aproximadamente acima de 90%, até um pouco mais, de produtores que comprovaram a vacinação”, afirma Melo.

Após a aplicação da dose nos animais, o produtor deve comprovar mediante apresentação de cupom fiscal junto a Inspetoria Veterinária do município. Além da campanha de vacinação da febre aftosa, a declaração anual de rebanho também teve seu prazo prorrogado até o dia 15 de junho.

 

Foto: Gleici Trois