Centenas de agricultores participam da 118ª Romaria Votiva ao Santuário de Caravaggio

Cerca de 250 máquinas agrícolas receberam bênçãos durante missa festiva das 10h30

Centenas de pessoas acompanharam nesta sexta-feira, 02, no Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio, a realização da 118ª Romaria Votiva. A tradicional bênção das máquinas agrícolas reuniu cerca de 250 veículos que vieram para pedir às bênçãos e agradecer à Nossa Senhora de Caravaggio pela graça da chuva alcançada em 1899, quando uma seca assolava a região. Desde então, sempre no dia 2 de fevereiro, agricultores da região celebram o feito centenário.

A programação iniciou às 8h, com celebração de missa. Às 10h30, ponto auge do dia, ocorreu a missa festiva seguida da procissão das máquinas agrícolas pela Avenida Dom José Barea e benção das mesmas em frente ao Santuário. A celebração foi ministrada pelo bispo diocesano de Caxias do Sul, Dom Alessandro Ruffinoni, acompanhado de outros padres diocesanos e religiosos. O reitor do Santuário de Caravaggio, padre Gilnei Fronza, fez uma introdução de agradecimento ao público, e ao fim, reiterou a participação importante das comunidades que estiveram presentes nas missas preparatórias. No final da celebração também foi realizada, de forma individual, a benção da garganta.

Às 12h30 ocorreu o almoço festivo, seguido da récita do terço às 14h30, missas às 15h e às 17h, e récita do terço novamente às 18h. Paralelamente às missas, também aconteceu a exposição dos produtos ofertados pelos agricultores, que posteriormente serão doados a quatro entidades assistenciais da cidade.

Os preparativos para a data iniciaram ainda no dia 18 de janeiro, com a realização das celebrações nas capelas das comunidades que pertencem à paróquia de Caravaggio até o dia 24 de janeiro. Do dia 25 de janeiro ao dia 01 de fevereiro, foram realizadas as missas diretamente no Santuário com a participação de outras comunidades. Ao todo 15 paróquias participaram das missas preparatórias que antecederam a festa.

História da Romaria Votiva

A peregrinação religiosa teve início em 1899, quando uma grande seca assolava a região da Serra Gaúcha. No dia 2 de fevereiro daquele ano, agricultores se uniram em Romaria até Caravaggio para pedir chuva e a graça foi alcançada. A partir desta data, tornou-se tradição celebrar a data como um grande encontro de fé no Santuário e render graças a Deus e Nossa Senhora de Caravaggio pela bênção sobre as lavouras.

 

Deixe uma resposta

Pular para a barra de ferramentas