CVV Caxias do Sul realiza palestra sobre Tristeza e Depressão nesta sexta-feira

O Centro Caxiense de Valorização da Vida, mantenedora do CVV Caxias do Sul, promove a palestra “A Tristeza Transforma & A Depressão Paralisa” com o médico psiquiatra Neury José Botega. O evento ocorre no dia 12 de julho, no Teatro Murialdo, às 19h30. Os ingressos custam R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia, para estudantes e idosos). A renda será revertida ao CVV Caxias. Na apresentação do ingresso, o público recebe o livro, “A Tristeza Transforma, A Depressão Paralisa”.

Neury José Botega é psiquiatra e professor – Graduação em Medicina, Residência Médica em Psiquiatria, Doutorado em Saúde Mental pela Unicamp e Pós-doutorado na Universidade de Londres. Professor na Unicamp e trabalha em seu consultório e presta serviços em áreas de interesse: interface entre a Psiquiatria e outras especialidades médicas, transtornos afetivos, prevenção do comportamento suicida. Principais livros publicados: Prática Psiquiátrica no Hospital Geral; Crise Suicida: Avaliação e Manejo; Telefonemas na Crise; Comportamento Suicida; Saúde Mental no Hospital Geral. Presta consultoria a organismos nacionais e internacionais na área da saúde mental, membro do conselho editorial de várias revistas científicas. Participante da elaboração da Estratégia Nacional de Prevenção do Suicídio, do Ministério da Saúde.

Os ingressos podem ser adquiridos na portaria da Tua Rádio São Francisco, em Caxias do Sul, Bel Jóias (ao lado da Casa da Cultura), Topdown e Óptica City em São Pelegrino. Também podem ser adquiridos pelos telefones (54) 999447933 – João, (54) 996880773 – José e (54) 99133-7755 – Alcides.

O que é o CVV?

O CVV – Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo e sem julgamento por telefone, 188, e-mail e chat 24 horas todos os dias.

Fundado em São Paulo em 1962 o Centro de Valorização da Vida é uma  associação civil sem fins lucrativos, filantrópica, reconhecida como de utilidade Públicas Federal em 1973, mantenedora e responsável pelo Programa CVV de Valorização da Vida e Prevenção do Suicídio, desenvolvido pelos Postos do CVV em todo o Brasil.

Em 1977, começou a expandir-se para outras cidades do país, estando hoje em quase todas as capitais e diversas cidades do interior do Brasil. São mais de 100 postos e cerca de 3.000 voluntários que se revezam para o atendimento 24 horas por dia, inclusive aos domingos e feriados. Esse atendimento é prestado por telefone 188, grátis para todo o Brasil, e-mail, pessoalmente nos postos e via chat, sendo a primeira entidade do gênero no mundo a prestar atendimento via chat.

No dia 10 de março de 2017, o Ministério da Saúde firmou uma parceria com o CVV, permitindo que as ligações se tornassem gratuitas. Estados como o Rio Grande do Sul já permitiam ligações gratuitas desde 2015. Bahia, Maranhão, Pará e Paraná foram os últimos estados a terem gratuidade.

 

Foto: Divulgação