Diocese de Caxias do Sul orienta sobre medidas de prevenção ao coronavírus

No final da tarde desta segunda-feira, 16, a Diocese de Caxias do Sul, por meio do bispo Dom José Gislon, divulgou um comunicado oficial a fim de orientar a comunidade para evitar a propagação do coronavírus. Na nota, são citadas medidas e ações que devem ser adotadas pelos sacerdotes e pelos fiéis ao longo das atividades que envolvem a igreja, como também os cuidados que devem ser tomados durante as celebrações.

Confira a nota da Diocese de Caxias do Sul:

Diante da atual emergência sanitária internacional e numa atitude de responsabilidade e colaboração, tendo em vista as últimas medidas de prevenção emitidas pelas autoridades públicas, no que se refere ao avanço do Covid-19 (Coronavírus), DETERMINAMOS que, a partir desta data e por tempo indeterminado, em todas as Paróquias, Comunidades, Pastorais e Movimentos eclesiais da Diocese de Caxias do Sul, sejam observadas as seguintes orientações:

  • Estão suspensas todas as atividades da Catequese nas paróquias, bem como todos os encontros de oração, retiros, assembleias, reuniões, encontros de formação, eventos, projetos sociais e demais atividades pastorais;
  • Estão suspensos todos os eventos nos salões paroquiais e comunitários: festas de padroeiros, almoços, jantares e promoções sociais de qualquer tipo;
  • Todos os tipos de contato que possam facilitar a contaminação, como aperto de mãos, abraços e beijos sejam evitados. Manifestando nossa estima e afeto pelas pessoas, procuremos criar formas mais seguras de saudação;
  • Os cuidados de limpeza nos ambientes eclesiais devem ser intensificados, com a disponibilização de álcool em gel para todos os fiéis;
  • A água benta deve ser retirada da entrada das igrejas;
  • Na hora das ofertas, nas Missas ou Celebrações, as “caixinhas” ou “cestinhos” não sejam passados de mão em mão. Providencie-se um local fixo onde as pessoas possam fazer a sua contribuição espontânea.
  • Os ministros que distribuem a Sagrada Eucarística, padres ou leigos, lavem bem as mãos em água corrente antes das celebrações, e levem consigo um pequeno frasco  com  álcool gel para purificá-las, antes de exercer sua função litúrgica;
  • Todos os fiéis sejam amorosamente orientados que a comunhão dada diretamente na boca é um perigoso meio de contágio, segundo as indicações médicas. Aqueles que preferem, por qualquer razão, recebê-la desta forma, por espírito de amor a Deus e ao próximo, sejam respeitosamente convidados a renunciarem a este direito, até que passe o período de propagação da doença. Depois, poderão voltar a esta legítima prática, quando receberem de nós nova orientação para este particular;
  • O Sacramento da Penitência (Confissão) pode ser realizado em ambiente amplo e arejado, sempre com o cuidado de manter certa distância entre o confessor e o penitente;
  • As pessoas idosas, os doentes e qualquer pessoa que estiver com sintomas de gripe ou resfriado deve ficar em casa e acompanhar a Missa pelos meios de comunicação, como televisão, internet ou rádio. Dessa forma podemos todos permanecer em comunhão e unidos à comunidade de fé, tirando proveito positivo deste momento para rezar em família;
  • As medidas de precaução durante Missas e Celebrações, que já haviam sido anunciadas anteriormente são: supressão do abraço da paz, comunhão dada somente nas mãos dos fiéis (não diretamente na boca) e a oração do Pai-Nosso sem dar as mãos.

As determinações acima valem para todo o território diocesano. Nos próximos dias serão emitidas novas orientações especificamente sobre a celebração das Missas e demais Sacramentos em nossa Diocese.

Motivados pelo espírito quaresmal e pela Campanha da Fraternidade, no compromisso cristão do cuidado com a vida, e em sintonia com as preocupações da Igreja em todo o mundo, intensifiquemos nossas orações ao Senhor da vida por todas as vítimas dessa enfermidade, bem como por todos os profissionais da saúde que se esforçam por combater a disseminação dessa grave ameaça à vida de tantas pessoas, especialmente dos mais idosos.

Desejando um caminho quaresmal de profunda conversão e de renovada esperança no Cristo Ressuscitado, vencedor de todo o mal, invoco sobre todos as bênçãos divinas de saúde e paz.