Encontro de Zeladoras da diocese de Caxias do Sul reúne centenas de pessoas

Mais de 800 pessoas participaram do 39º Encontro de Zeladoras e Zeladores de Capelinhas da diocese de Caxias do Sul, neste sábado, 12, solenidade da Padroeira do Brasil. A atividade, realizada no Seminário Diocesano Nossa Senhora Aparecida, teve início às 9h, com a acolhida às caravanas de cidades da Serra Gaúcha, como Bento Gonçalves, Farroupilha e das paróquias de Caxias do Sul.

Em 2019, quando o Seminário completa 80 anos de inauguração e quando a Igreja convida ao Mês Missionário Extraordinário a partir da temática do batismo e da missão, o lema escolhido contemplou a nova fase da instituição: animar e formar jovens e famílias. “Com a Mãe Aparecida, batizados e enviados para animar jovens e famílias”, foi a motivação do evento.

Durante a manhã ainda foi realizado um momento formativo a partir da teologia e dos símbolos do Batismo. Diversos sinais e orações deram sentido à importância do Mês Missionário Extraordinário e deste Sacramento como porta de entrada da Igreja Católica, tempo privilegiado para acompanhar e ajudar as famílias no amadurecimento na fé. O ponto alto do encontro foi a missa, presidida pelo bispo diocesano, com José Gislon. Durante a celebração foi realizado o batizado de uma menina.

Em sua homilia, Gislon destacou a importância da figura materna de Nossa Senhora. Em entrevista, o bispo salientou que Maria se faz presente na vida das comunidades e um desses sinais é o trabalho de quem cuida da Capelinha. “As Zeladoras têm essa missão tão bonita de se aproximar das famílias, ir ao encontro das famílias e favorecer o encontro das famílias em oração, lembrando que família que reza unida permanece unida”, completou.

Ao meio-dia aconteceu o almoço partilhado e no início da tarde foi realizado mais um momento formativo, sendo este voltado à animação vocacional e ao trabalho das Zeladoras e Zeladores de animar jovens e famílias para que possam abraçar, sem medo, a vocação que Deus lhes confia e a qual Jesus os chama. Por fim, houve a récita do Terço e o envio.

Neste domingo, 13 de outubro, o Seminário também realizou a Festa de Nossa Senhora Aparecida e dos 80 anos da instituição. Está programada uma missa festiva, às 10h30 e almoço de confraternização, cujos ingressos são vendidos R$ 50 e podem ser adquiridos com as lideranças dos movimentos de evangelização e também no Seminário.

O padre Marciano Guerra, que é coordenador da Pastoral Vocacional e membro da equipe gestora do Seminário, avalia o encontro. “Esse momento quer gerar um nova forma de compreender sempre a missão das Zeladoras, que é uma missão de animar famílias, vocações, a partir do seu envio missionário. É uma alegria acolher e viver esse momento aqui e também mostrar a elas todo esse nosso trabalho com as vocações, porque elas rezam e trabalham pelas vocações”, conclui.

Ouça entrevista  com o Bispo de Diocese de Caxias do Sul, Dom José Gislon:

 

Informações e fotos: Felipe Padilha – divulgação