Escolas do Rio Grande do Sul não retornarão no dia 04 de maio

O governador do Estado, Eduardo Leite, anunciou que as aulas nas escolas da rede pública e privada não voltarão no dia 04 de maio, quando encerra a vigência do decreto estadual que determinou, entre outras medidas, o fechamento das instituições de ensino. Segundo o governador, não está definido se elas retornarão em maio ou junho. A nova data deverá ser divulgada ainda nesta semana.

Quanto às aulas, segundo a coordenadora da 4ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), Viviani Vanessa Devalle, desde que foram paralisadas, as escolas adotaram teletrabalho. Com isso, os alunos estão recebendo atividades por meio de e-mail, Facebook ou site e blog da escola. Os que não têm acesso à internet estão retirando nas escolas os exercícios impressos. Os professores estão trabalhando de suas casas e, concomitantemente, realizando um curso de formação continuada sobre currículo.

De acordo com Viviani, as atividades estão sendo mantidas dessa forma para que a relação entre os alunos e a instituição de ensino não seja rompida, evitando que isso influencie o processo de aprendizagem. Além disso, ela informa que, até o momento, não será necessária recuperação de dias letivos, pois o calendário de aulas não foi afetado devido ao teletrabalho. Ela comenta, ainda, que as férias de inverno devem ser mantidas.

“O que todos nós da coordenadoria, equipe pedagógica e direção estamos programando é, ao retornar, fazermos uma força tarefa para recuperação do conteúdo, para revisão de alguma coisa que possa não ter ficado claro para o aluno”, explica a coordenadora.

Os funcionários das secretarias das escolas também estão exercendo suas funções de casa. Com isso, os pais e alunos que precisarem entrar em contato devem o fazer por meio do telefone ou e-mail antes de se dirigir à instituição.

 

Ouça a entrevista com a coordenadora da 4ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), Viviani Vanessa Devalle:

 

Foto: Helen Bampi