IFRS abre inscrições para novo curso técnico de Administração integrado ao Ensino Médio

Para oportunizar o ingresso de um número maior de estudantes e qualificar o ensino, o Campus Farroupilha do IFRS anunciou o curso técnico em Administração integrado ao Ensino Médio. Quem deseja participar, pode fazer a sua inscrição de 10 a 19 de dezembro, pelo site e já ingressar em 2019. Estão sendo ofertadas 30 vagas e podem se candidatar somente alunos que concluíram a educação fundamental. O cadastro é gratuito, assim como o curso.

O diretor do Campus Farroupilha, Leandro Lumbieri, cometa que os profissionais vêm trabalhando ao longo deste ano na sua estruturação, mas não foi possível integrá-lo ao vestibular regular de 2018. Por isso, o IFRS lançou um Processo Seletivo Extra para que os estudantes consigam ter acesso a essa opção já no ano que vem. Para isso, a forma de ingresso não será através de prova, mas sim de sorteio. Essa modalidade de ingresso será aplicada somente nesta edição. A partir de 2019, o acesso será através de prova. A divulgação dos alunos que tiveram seus nomes sorteados será no dia 21 de dezembro, no site da instituição.

Quem participou no processo seletivo no início de dezembro, também pode concorrer neste. “Pode se inscrever, participar do sorteio. E, se por ventura for sorteado, mesmo que tenha sido aprovado no outro, ou não, ele pode escolher se ele quer ficar no Administração ou se ele quer continuar na Informática”, explica Lumbieri.

 

Ouça a entrevista com o diretor do Campus Farroupilha, Leandro Lumbieri:

 

Planos para 2019

O IFRS de Farroupilha deve receber novos cursos ao longo do próximo ano. Segundo o diretor, terão mais dois de nível superior e um integrado ao Ensino Médio. Além disso, a instituição planeja ofertar outras três pós-graduações.

 

Pesquisa de demanda

O Campus está realizando uma pesquisa para ouvir a comunidade afim de perceber os cursos necessários para Farroupilha. Para isso uma comissão formada por servidores do campus percorreu a região durante o mês de novembro consultando alunos dos últimos anos de escolas de ensino fundamental e médio; empresas e órgãos representativos; representantes dos trabalhadores e lideranças municipais. A comunidade também pode colaborar respondendo a pesquisa online disponível no site da instituição.