Nova diocese na Ciudad del Leste será o futuro pastoral de Dom Alessandro Ruffinoni

O Bispo Emérito da diocese de Caxias do Sul, Dom Alessandro Ruffinoni embarca na semana que vem para o Paraguai, onde irá trabalhar na diocese de Ciudad  del Leste, na fronteira com Foz do Iguaçu. Dom Alessandro retornou da Itália no início de outubro, depois de um período de férias desde que deixou o comando da diocese, no dia 08 de setembro, quando Dom José Gislon assumiu. O bispo Emérito retornou esta semana do Paraguai, onde viajou no início de outubro, para conversar com o Núncio e o bispo daquela diocese Dom Guilherme Stegueline. Seu trabalho naquela diocese será auxiliar na pastoral, como rezar missas e nos ministérios (batismo, crisma, matrimônio e até ordenação sacerdotal de for necessário), mesmo sendo bispo Emérito, o religioso pode ordenar esses ministérios quando for convocado.

Dom Alessandro está no Santuário de Caravaggio, onde deve permanecer até a próxima semana. Segundo ele, não há uma certeza de quanto tempo ficará no Paraguai, mas calcula que em um período de dois anos. Ele condiciona esse período no país vizinho a sua saúde a adaptação. No entanto, revela que após fazer uma consulta médica, foi recomendado que se mantenha em atividades. No Paraguai vai ajudar também na construção de uma nova diocese que está surgindo em Ciudade Del Leste. Ele trabalhou naquele país há pouco mais de 20 anos e quando era ainda padre permaneceu lá por 12 anos.

O bispo não escondeu seu desejo de retornar à diocese de Caxias do Sul e ajudar no trabalho pastoral. Ele disse que quando retornar estará à disposição de Dom José para ajudar no trabalho pastoral onde ele entender necessário. Contudo, disse que o Santuário de Caravaggio, é um local que necessita de ajuda e considera um lugar sagrado e de muita atividade, já que a Paróquia possui seis capelas e tem toda a atividade religiosa no próprio Santuário. “ É um lugar lindo de paz, um lugar muito bonito para continuar trabalhando”, disse.

 

Foto: Mariana Ávila