Obras da rede coletora de esgoto de Farroupilha iniciam na próxima semana

A empresa contratada, via licitação, pela Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) para executar o projeto de  implantação da rede coletora de esgoto em Farroupilha inicia os trabalhos na próxima segunda-feira, 18 de março. A informação é do gerente da Unidade da Corsan de Farroupilha, Álvaro Jacobsen.

Nesta primeira etapa serão assentadas 21,9 Km de redes coletoras de esgotos sanitários e ramais prediais, que terão um investimento na ordem de R$ 11,7 milhões. O prazo de execução desta obra é de 30 meses.

A área de cobertura da instalação dessas redes coletoras abrange parte dos bairros Santa Catarina, Cruzeiro, Nova Vicenza e Bela Vista, o que corresponde uma população de 3.837 habitantes. O prazo de execução dessa obra é de 30 meses. Conforme Jacobsen com a conclusão desta primeira etapa será possível tratar cerca de 20% do esgoto produzido na cidade.

Outro projeto de redes coletoras será implantado no bairro 1º de  Maio. O gerente da Corsan, Álvaro Jacobsen  informou que a licitação será realizada no primeiro semestre deste ano com as obras iniciando no segundo semestre. O projeto está estimado em R$ 21 milhões.

Já a  Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) que está sendo construída no bairro Santa Catarina está com o cronograma de obras dentro do previsto e a expectativa é de que em 2020 a estação esteja operando. Numa primeira etapa terá capacidade para tratar 35 litros por segundo. O projeto total contempla quatro etapas e ao final terá capacidade de tratar 149 litros por segundo.

 

Ouça a entrevista com o gerente da Unidade da Corsan de Farroupilha, Álvaro Jacobsen:

 

Foto: Mirna Messinger