Padre Gilnei Fronza receberá o título de Cidadão Caxiense no dia 18 de abril

O padre Gilnei Fronza, reitor do Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio, receberá o título de Cidadão Caxiense, no próximo dia 18 de abril, às 19h, no plenário da Câmara Municipal. A concessão da honraria foi sugerida por meio do projeto de decreto legislativo (PDL) 4/2018, aprovado por unanimidade, na plenária desta terça-feira (03/04).

Gilnei nasceu em Bento Gonçalves, em 13 de fevereiro de 1963. Filho do caldeirista Avelino Fronza e da dona de casa Gemma Piva Fronza, ele ingressou no Seminário Nossa Senhora Aparecida aos 14 anos. Mais tarde, formou-se em Filosofia, pela Universidade de Caxias do Sul (UCS), e em Teologia, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS).

Em Caxias do Sul, foi ordenado padre em 15 de janeiro de 1989, em cerimônia na comunidade do Bairro Santa Catarina. Aqui, passou a se destacar por defender os direitos humanos e engajar-se na luta contra a violência. No município, seu trabalho de maior de destaque foi como coordenador  de Pastoral da Diocese , e também na paróquia do Sagrada Família, onde desenvolveu projetos de valorização à vida.

O texto também destaca que, em 2013, Gilnei aceitou a Reitoria do Santuário assim como missão de coordenar a Romaria de Nossa Senhora de Cavaraggio, um dos maiores eventos religiosos do Brasil.

Três parlamentares exaltaram a atuação de Gilnei junto à comunidade durante a discussão da iniciativa. Gladis Frizzo/PMDB mencionou que o sacerdote reestruturou a catequese na região do Desvio Rizzo. Edson da Rosa/PMDB destacou a “linguagem pastoral” do homenageado, enquanto Denise Pessôa/PT destacou sua atuação no acolhimento aos imigrantes.

 

Texto: Matheus Teodoro / Assessoria de Imprensa da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul

Foto: Leandro Ávila / Assessoria de Imprensa do Santuário de N. S. de Caravaggio

Deixe uma resposta

Pular para a barra de ferramentas