Paulo Paim é reeleito para mais um mandato para o Senado Federal

O atual senador Paulo Paim foi reeleito para o Senado Federal pela terceira vez. Com 98,38% dos votos apurados, o senador pelo Partido dos Trabalhadores obteve 17,73% dos votos válidos, ficando com a segunda vaga. Luis Carlos Heinze foi o senador mais votado. O trabalho do senador, reconhecido na defesa pelos direitos dos trabalhadores e aposentados, seguirá pela próxima legislatura.

Natural de Caxias do Sul, Paulo Paim, 68 anos, construiu sua trajetória política em Canoas, na Região Metropolitana. De família humilde, começou a trabalhar ainda criança. Na adolescência, ingressou no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), onde fez o curso técnico de matrizeiro e ferramenteiro paralelo ao ensino médio. Em 1981 chegou à presidência do Sindicato dos Metalúrgicos de Canoas. Fez carreira sindical, chegando a ser vice-presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Filiou-se ao Partido dos Trabalhadores em 1985. Um ano depois foi eleito deputado federal pelo Rio Grande do Sul, sendo deputado constituinte e reeleito por quatro mandatos consecutivos. Em 2002 se lançou como candidato ao Senado. Eleito, foi vice-presidente no biênio 2003/2005 e entre 2007/2009 foi presidente da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa. É o autor do projeto de lei que criou o Estatuto do idoso e co-autor do projeto original da lei brasileira de inclusão de 2015, que criou o Estatuto da Pessoa com Deficiência. Na reeleição, em 2010, foi o mais votado do Estado, com mais de 30% dos votos válidos.

 

Foto: Jefferson Rudy/ Agência Senado