Prédio da UPA pode receber centro de diagnóstico de câncer

A Prefeitura de Farroupilha pretende utilizar o prédio construído para abrigar uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na instalação de um Centro de Diagnóstico de Câncer. O prefeito Claiton Gonçalves disse que, a exemplo de outras cidades, a mudança da proposta original se deve ao temor de que depois de a UPA entrar em operação o município tivesse que arcar com a maior parte dos custos dos serviços. As instalações foram entregues em dezembro de 2016.

Segundo o prefeito, a nova finalidade ao espaço possibilitará aumentar a capacidade da região nos diagnósticos precoces e encaminhar os pacientes para tratamento mais adequado. A intenção é realizar Chamada Pública para aproveitar a estrutura e oferecer o novo serviço, possibilitando a concorrência e a destinação da unidade para a entidade que melhor atender às necessidades de Farroupilha e região. Conforme a secretária municipal de Saúde, Rosane da Rosa, os próximos passos para a concretização do projeto envolvem o retorno do Ministério da Saúde permitindo a utilização do prédio para outra finalidade no setor. “Já encaminhamos toda a documentação necessária e aguardamos apenas a liberação, tendo em vista o decreto assinado pelo presidente (Michel Temer), que permite o uso das UPAs.”

A proposta do Centro de Diagnóstico do Câncer já foi apresentada aos prefeitos que compõem a Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne) e, segundo o prefeito Claiton Gonçalves, os gestores se mostraram favoráveis à iniciativa. Ele destacou que a medida não pretende competir com os centros de referência da região para tratamento oncológico, em hospitais de Bento Gonçalves e Caxias do Sul. A ideia, conforme o prefeito, é ser uma porta a mais para diagnóstico e procedimentos. O documento da União, de maio deste ano, prevê que estados e municípios possam utilizar a estrutura de UPAs, prontas e sem funcionar, para outra finalidade na área da saúde, sem precisar devolver recursos federais.

Veja o que disse o prefeito Claiton Gonçalves:

Vídeo e foto: Celso Sgorla