Saiba onde estão os pontos de apoio à saúde durante a Romaria de Caravaggio

Farroupilha: A Secretaria Municipal de Saúde de Farroupilha, em parceria com os órgãos públicos de atendimento à saúde e à segurança pública, disponibilizará oito pontos de apoio fixos para os romeiros durante os dois dias de festa. Estão distribuídos: no Gramado central em frente ao Santuário, com a equipe do Resgate Voluntário de Farroupilha; Ambulatório fixo (ao lado da rádio Miriam Caravaggio), com equipes do Pró-Saúde e a presença de uma UTI Móvel da Unimed; Universidade de Caxias do Sul – Campus Farroupilha, com equipes da Secretaria Municipal de Saúde; próximo ao Ginásio do Saturno, na Rodovia dos Romeiros, com os Bombeiros Voluntários de Caxias do Sul; na Comunidade da Capela de Todos os Santos (Busa), com o Corpo de Bombeiros e Bombeiros Voluntários de Farroupilha; no Camelódromo, no início da Avenida Dom José Barea, com a equipe da Emercor; e na Linha Palmeiro, com equipes dos Bombeiros Voluntários de Farroupilha. As equipes, compostas por enfermeiros, técnicos em enfermagem, médicos, bombeiros e policiais militares, atendem ao público a partir das 6h. No total, seis ambulâncias estarão circulando pelas rotas de maior movimento para atender eventuais necessidades.

Caxias do Sul: A prefeitura de Caxias do Sul será responsável por seis pontos de apoio, desde a RS-122 até o fim da Estrada dos Romeiros: Marco Zero, com distribuição de água, café, biscoitos, suco, chá, roda de chimarrão, salgadinhos e pipoca, frutas do Supermercado Vantajão, Faculdade Anhanguera com os cursos de enfermagem e educação física, ambulância da Samu, banheiros ecológicos e lixeiras; no ponto 1, distribuição de água, banheiros ecológicos e lixeiras; no ponto 2, banheiros ecológicos; no ponto 3, distribuição de água, lixeiras, ambulância e apoio da Polícia Rodoviária Estadual; no ponto 4, distribuição de água, banheiros ecológicos, lixeiras, primeiros socorros com a Cruz Vermelha e apoio do 16º Distrito de Escoteiros; e no ponto 5, distribuição de água, lixeiras e apoio dos escoteiros.

 

Foto: Mirna Messinger