Santuário recebeu a Paróquia Nossa Senhora de Caravaggio no sétimo dia de preparação à Romaria Votiva

A sétima noite em preparação à 119ª Romaria Votiva, contou com a participação da paróquia Nossa Senhora de Caravaggio no Santuário. Centenas de pessoas, envoltas de fé e emoção, se concentraram no início da Avenida Dom José Barea, às 19h30, e seguiram em procissão até o Santuário. A missa foi presidida por Dom Alessandro Ruffinoni, com a presença do reitor do Santuário, padre Gilnei Fronza, do padre Almir Rizzon, e da equipe de sacerdotal do Santuário.

A celebração também marcou  a tomada de posse dos padres que atuarão nas comunidades da paróquia de Nossa Senhora de Caravaggio. Após diversos anos em que as sete capelas pertencentes a paróquia eram atendidas por padres designados só para atendê-las, o Santuário de Caravaggio volta a ser responsável pelas mesmas. O reitor do Santuário, padre Gilnei Fronza, será o pároco responsável, juntamente com o apoio da equipe sacerdotal de Caravaggio.

Na noite deste domingo, dia 27, a partir das 20h, é a vez da paróquia Jesus Ressuscitado ser acolhida no Santuário de Caravaggio, em preparação à Romaria Votiva. As celebrações preparatórias seguem até o dia 01 de fevereiro, com a participação de paróquias de Farroupilha e da região no Santuário de Caravaggio, sempre às 20h.

Ao longo dos 13 dias que antecedem a grande festa votiva, realizada no dia 02 de fevereiro, a rádio Miriam Caravaggio transmite todas às noites, às 20 horas, as celebrações. Acompanhe pela frequência 1160 AM, site ou aplicativo.

 

Histórico da comunidade

Caravaggio, como as demais comunidades, foi colonizada por famílias de imigrantes italianos. Entre eles reinava o respeito aos valores, a honestidade, o trabalho e a religiosidade. Natale Fabro trouxe da Itália um quadro de Nossa Senhora de Caravaggio. O quadro era guardado em lugar de destaque, com permanente lamparina acesa. À noite, a família rezava o terço e demais orações junto ao quadro. Mais tarde, os imigrantes Antônio Francheschet e Pasqual Pasa, planejaram a construção de um pequeno oratório. Os vizinhos perceberam a iniciativa e quiseram participar. Com o aumento das famílias, o oratório foi logo ampliado e passou a ser a primeira capela que podia abrigar cerca de cem pessoas. Foi então que surgia a necessidade de escolher um nome do padroeiro da capela. No meio da discussão, Natale Fabro ofereceu, por empréstimo, o quadro de Nossa Senhora de Caravaggio, trazido da Itália, que ficou sendo o nome oficial da capela.

Em 1879, poucos anos após a chegada dos primeiros imigrantes italianos, houve a primeira festa em honra à padroeira Nossa Senhora de Caravaggio, que na época congregava 22 famílias.

Tendo como modelo o quadro emprestado pela família Fabro, foi esculpida a primeira estátua de Nossa Senhora de Caravaggio e Joaneta. Moradores da região foram a pé até Caxias do Sul para buscar as estátuas, envoltas em lençóis para não as danificar.

No ano de 1890, foi construído o antigo santuário. Os tijolos foram feitos a mão. O barro para assentamento foi amassado com os pés.  Em 1900 foi designada paróquia de Nossa Senhora de Caravaggio, abrangendo as comunidades da região.

Muitos padres se destacaram na direção espiritual e social de Caravaggio. Entre outros podemos citar: Olívio Bertuol, Padre Theodoro Portolan, Omero Rui Rossi, Fábio Thomas Piazza, Dom Benedito Zorzi (bispo emérito), Alcindo Trubian, Volmir Comparin. O atual reitor é o Padre Gilnei Fronza, que conta com a colaboração da equipe sacerdotal do santuário.

Ao longo dos anos Caravaggio passou por várias alterações. O Santuário foi a sede da paróquia até o ano de 1969. Após, devido ao intenso fluxo de peregrinos passou a ser área diocesana.  Foi criada a Paróquia Nossa Senhora de Caravaggio abrangendo sete comunidades:  Nossa Senhora das Dores, Todos os Santos, São José, Nossa Senhora do Monte Bérico, pertencentes ao município de Farroupilha; São Thiago, Santa Juliana e São Vitor e Corona, pertencentes a Flores da Cunha.

Todas as capelas da paróquia  possuem uma boa estrutura física, contando com igreja e salão comunitário e uma organização pastoral com diversos serviços, tais como: equipe de liturgia e canto, catequese, zeladoras de capelinhas, equipes administrativas, entre outros, que se articulam a partir do conselho comunitário. As comunidades também possuem seus clubes de mães, clubes esportivos e outros espaços de lazer para os moradores. Um momento forte das comunidades é a celebração dos padroeiros, e que conta com intensa preparação no dia festivo, sendo a celebração da eucaristia o centro das festividades.

Hoje, a Paróquia Nossa Senhora de Caravaggio tem como Pároco o Padre Gilnei Fronza, também reitor do Santuário, e que designará os padres da equipe sacerdotal para o atendimento pastoral e outras necessidades.

 

Confira as fotos da celebração promovida pela paróquia Nossa Senhora de Caravaggio:

Fotos: Leandro Ávila

 

PROGRAMAÇÃO

Missas celebradas no Santuário, às 20 horas:

27/01 – Paróquia Jesus Ressuscitado
28/01 – Paróquia Nossa Senhora do Rosário – Pinto Bandeira
29/01 – Paróquia São Marcos
30/01 – Paróquia Sagrado Coração de Jesus
31/01 – Paróquia São Pedro e São Paulo, de Nova Roma do Sul
01/02 – Paróquia Santa Cruz, de Nova Milano

Dia 02/02 – Romaria Votiva

Durante a manhã, a programação inicia às 9h, com a primeira missa. Às 10h30, ocorre celebração solene, seguida da tradicional procissão das máquinas pela Avenida Dom José Barea, e posterior bênção às máquinas agrícolas em frente ao Santuário. À tarde, às 12h30, ocorre o almoço festivo, seguido da récita do terço às 14h, e missas às 15h, 16h e 17h.