Secretária do Desenvolvimento Social de Farroupilha diz que assistência enfrenta nova realidade

A Secretária de Desenvolvimento Social e Habitação Renata Trubian, disse que a pasta tem sido muito importante para o município neste momento de pandemia, pois tem trabalhado muito na busca de alternativas para amenizar as dificuldades que algumas famílias enfrentam. Ela justifica que é uma nova realidade e além das atividades que aconteciam normalmente, a secretaria teve que intensificar as ações. “Juntamente com a equipe da saúde a assistência social não parou, na busca de alternativas e elaborando campanhas e adquirindo alimentos e distribuindo para a população”, explica. Renata acrescenta ainda que surgiram novas famílias que não estavam cadastradas na Assistência Social, e que pela pandemia tiveram que parar suas atividades. Farroupilha é um município que recebe muitas pessoas que vem de outras regiões e países.

Dentro da secretaria junta-se o Centro de Referência e Assistência Social (CRAS), que está fazendo atendimentos presenciais, mas a secretária ressalta que para evitar aglomerações e ter um atendimento mais eficiente, as pessoas devem ligar e marcar hora. A Assistência Social não está indo nas residências entregar qualquer tipo de donativo, o que é vedado pela legislação e principalmente por ser um ano eleitoral.

Ela comunica que àquelas famílias que perderam suas rendas com o desemprego e prestadores de serviços, que estão com dificuldades, precisam ser ajudados. Por isso o CRAS coloca seus telefones (54) 32686969, (54) 999482539, (54) 32681633 e (54) 999337346, para que as pessoas liguem e façam o agendamento. Será feito uma triagem e podem acessar mesmo aqueles que nunca receberam qualquer benefício junto à Assistência Social.

 

Ouça a entrevista com a secretária de Desenvolvimento Social e Habitação, Renata Trubian:

 

Foto: Adroir Fotógrafo