Sentir Farroupilha será permanente e vai fazer doações também de roupas e móveis

A Campanha Sentir Farroupilha será permanente. A informação é da secretária de Assistência Social e Habitação, Renata Trubian, ao anunciar que a ação será em parceria com o Gabinete da primeira-dama do município. Depois de ser realizada somente para a coleta de cobertores, agora a campanha passa a receber também alimentos, móveis e roupas. Ela justifica que em função da pandemia, a comunidade está empobrecia e continua solicitando doações desses produtos. Inicialmente a secretaria firmou parceria com o Supermercado Lazzari e está procurando outros estabelecimentos para a colocação de caixas para a coleta.

A secretaria encerrou na semana passada uma ação que resultou na entrega de cerca de 10 mil peças, para cerca de 500 famílias. O espaço para a entrega foi montado junto ao Centro de Convivência do Idoso São José, onde uma pessoa de cada família retirou os agasalhos com direito a 10 peças para cada membro familiar. A logística de entrega foi necessária devido a pandemia com o objetivo de evitar aglomerações. A ação foi feita por funcionários da secretaria, gabinete do prefeito e do gabinete da primeira-dama, na organização das filas, medição da temperatura e reposição das peças. Renata ressalta que o diferencial nessa ação foi que se estendeu por uma semana e não somente um dia de distribuição, assim as pessoas puderam escolher as peças com tempo e levar aquilo que é necessário.

Devido ao volume de roupas que foram doadas durante a semana passada, a secretária comunica que esta semana as doações estão suspensas para que o estoque possa ser refeito. A partir da próxima semana o Banco Social retoma suas atividades normais, atendendo ao público pelo agendamento.

Foto: Gleici  Troes