Sicredi Serra entrega recursos do Fundo Social à entidades contempladas com projetos

A terceira etapa da entrega simbólica dos recursos do Fundo Social de 2019, do Sicredi Serra, aconteceu na noite desta quinta-feira, 25, no Restaurante Caminhos do Trem, em Farroupilha. Foram contempladas entidades dos municípios de Nova Roma do Sul, Flores da Cunha, São Marcos, Nova Pádua, São Vendelino, Bom Princípio, Tupandi, São Sebastião do Cai e Farroupilha. O fundo vai beneficiar 211 entidades, somando 231 projetos, para os quais serão destinados R$ 1.087.801,54, para iniciativas de Educação e Cultura da região.

O presidente do Sicredi Serra, Marcos André Balbinot, destacou que para a Cooperativa, o Fundo Social tem um significado de clareza para com os associados e a força do poder coletivo. Entre as entidades contempladas está a Escola Municipal de Nova Sardenha, que segundo o diretor Rodrigo Nascimento, vai receber recursos para remodelação do Laboratório de Informática. A escola vai comprar oito novos computadores com os R$ 10.000,00 doados. A escola Angelo Venzon Neto, conforme o diretor Gilmar Bitencourt, vai receber R$ 2.600,00 para a compra de uma TV, que será utilizada em programas pedagógicos. Já a Escola Municipal de Bom Princípio, a diretora Joice Xavier informou que vai receber R$ 3.205,00 para a compra de um Microscópico.

A entrega simbólica começou no dia 18 de julho em Bento Gonçalves com os municípios de Pinto Bandeira, Monte Belo do Sul, Santa Tereza, Veranópolis, Cotiporã, Fagundes varela, Vila Flores e Bento Gonçalves. No dia 23 em Carlos Barbosa, foi a vez dos municípios de Carlos Barbosa, Garibaldi, Boa Vista do Sul, Coronel Pilar, Barão e São Pedro da Serra.

Desde 2018, o Fundo Social do Sicredi, passou a ser estatutário e já faz parte das destinações legais que acontecem anualmente, além de destinar 2% do resultado bruto da Cooperativa, praticamente dobrando o valor, investido e o número de projetos contemplados. Neste ano 500 projetos foram cadastrados, através do site da Sicredi Serrana. Todos passaram por uma análise de critérios previstos no regulamento, onde 433 foram classificados para a apreciação dos Coordenadores de Núcleos em reunião promovidas pelas agências.

 

Foto: José Theodoro