Soldado Adriano Figueiredo da Silva é o novo policial comunitário de Caravaggio

A comunidade de Caravaggio recebeu um novo policial comunitário. Soldado da Brigada Militar há 3 anos, Adriano Figueiredo da Silva concluiu o curso de formação de soldados em Porto Alegre, na Academia de Polícia, e fez parte do 1° Batalhão de Operações de Choque, também em Porto Alegre. Neste ano, ele foi convidado para iniciar uma atuação no policiamento comunitário do 36° BPM, com sede em Farroupilha, com atendimento em Caravaggio.

Na última semana, Adriano esteve na capital participando do 5° Seminário de Policiamento Comunitário, a nível internacional. Ele explica que, embora o policiamento de outros países seja exemplar, há muito o que ser retirado dos projetos que são desenvolvidos em Minas Gerais e Santa Catarina, mais próximos de nossa realidade.

Ele relata que, nesses estados, estão sendo realizados os projetos “Vizinhança Solidária” e Vizinhos Protegidos”, ambos com a finalidade de tornar os moradores “câmeras vivas”, atentos a movimentação da comunidade, gerando uma rede de vigilância.

Em Farroupilha, há policiamento comunitário nas seguintes comunidades: São Marcos, Nova Milano, Rio Buratti e Caravaggio. Há ideia de realizar ações conjuntas entre essas localidades, a fim de demonstrar maior poder de ação. Além disso, devido a intensa presença de pessoas nos finais de semana no Santuário de Caravaggio, deverão ser realizadas ações de presença, gerando mais segurança aos presentes.

O policial Adriano informou, em entrevista, que já está visitando os moradores da comunidade e deixando o seu contato para qualquer emergência. Em caso de não obter retorno, o número 190 sempre está disponível para atendimento.

Foto: Mariana Ávila