Agricultores renovam sua fé durante 121ª Romaria Votiva promovida com restrições

A 121ª Romaria Votiva de Nossa Senhora de Caravaggio ocorreu ao longo desta terça-feira, 02, de forma atípica, com público restrito em função da pandemia. No lugar de centenas de máquinas agrícolas enfileiradas defronte ao Santuário Diocesano, como ocorre anualmente, apenas cinco tratores simbolizaram a fé dos agricultores da região. O programação contou apenas com as missas ao longo do dia, onde os fiéis renovaram sua fé, agradecendo e pedindo graças à Mãe de Caravaggio.

Neste ano, toda a programação foi reformulada, sendo que não ocorreu a tradicional procissão e bênçãos dos tratores (que costumava reunir mais de 150 máquinas), a exposição dos frutos e o almoço festivo. No interior da igreja houve restrição de público, álcool gel disponível ao público e indispensável o uso de máscara. Todas as missas foram transmitidas pelas redes sociais do Santuário e algumas foram veiculadas pela sintonia da Rádio Miriam Caravaggio.

O lema deste ano, “Curar a vida e cuidar da criação. Nossa Senhora de Caravaggio, rogai por nós!”, foi lembrado em diferentes momentos durante as duas celebrações pela manhã. Com a presença de agricultores de Farroupilha, frutos foram ofertados no altar do Santuário para ilustrar o trabalho daqueles que enfrentam intempéries e muitas adversidades para garantir o sustento da comunidade. O momento, também, foi de reflexão pela situação que a pandemia instalou no mundo todo.

“No meio da tempestade que estamos vivendo, temos a esperança que venceremos. Renasceremos, mas não como antes. Seremos diferentes. Renasceremos mais humildes, mais solidários, renasceremos pensando que sozinhos não podemos vencer os problemas da vida. Como disse o Papa Francisco, estamos no mesmo barco. Às vezes, ameaçado pela tempestade, pelas ondas, pelos problemas. Mas venceremos”, afirmou o bispo emérito da Diocese de Caxias do Sul, Dom Alessandro Ruffinoni.

“Rezamos pedindo pelo nosso trabalho, pela nossa colheita, pelos nossos agricultores, pelo nosso município. Por toda política relacionada à agricultura”, pediu o reitor do Santuário, padre Gilnei Fronza. “Vamos cuidar da criação. Nós não nos esgotamos aqui, não ficamos aqui para sempre. Por isso, precisamos entender a criação não sobre o aspecto dessa vida que levamos agora e se esgota, mas uma vida que se abre para a eternidade. Então todo gesto de ternura, de acolhimento, de solidariamente, toda forma de altruísmo que manifestarmos para todas as criaturas, é a presença de Deus em nós”, completou o reitor.

Confira as fotos da Romaria Votiva 2021:

Foto: Mariana Ávila