Aqui é Meu Lar neste sábado entrevista a família Matana que tem sua história na Linha Boêmios

A Rádio Miriam Caravaggio veicula neste sábado, 17, a terceira entrevista do projeto “Aqui é Meu Lar”. Este ano o foco é a história das famílias do interior, os costumes, a tradição e o envolvimento na construção das comunidades. O projeto vai até o dia 26 de dezembro, todos os sábados pela manhã, às 10h, porém em função das entrevistas com os candidatos à prefeitura de Farroupilha, neste sábado será veiculado às 11h.

A família entrevistada reside na Linha Boêmios, no 4º Distrito de Farroupilha. Nivaldo Matana e a esposa Vera Rochemback Matana, ocupam uma área de aproximadamente 13 hectares para a produção de uva, pêssego e laranja que passou a ser a mais nova cultivares da família. Ele chegou na propriedade com um ano de idade junto com seus pais e há 62 anos vive no mesmo lugar. Porém, com o tempo foi comprando outras áreas próximas. Vera nasceu próximo, mas na comunidade de São Pedro, no município de Feliz e desde que casou com Nivaldo, reside na propriedade juntamente com os filhos Evandro, Cristiane e o caçula Mateus de 16 anos.

O filho Evandro Matana, ficou na propriedade e junto com os pais e seus irmãos trabalha diretamente na produção. A família produz em média 30 mil quilos de uva por hectare. Para aumentar o faturamento está inovando a produção, agora, com o cultivo de laranja. Para facilitar o trabalho, a família Matana não abre mão da tecnologia com a aquisição de equipamentos modernos para as atividades como plantio, manutenção e colheita. Uma nova colheitadeira de uva foi adquirida, para fazer com que o trabalho se torne mais leve. O amor pela agricultura e a facilidade para lidar com a tecnologia, foram determinantes para que Evandro decidisse acompanhar os pais e hoje em um sistema de parceria, ele e sua família, estão focados em um único objetivo: permanecer juntos e produzindo com tecnologia, sem perder de vista suas origens.

Cristiane Matana chegou a sair para a cidade e se formou em Enologia, mas retornou para a propriedade em um projeto de Cantina, mas acabou cancelando e optando pela produção de uva, pêssego e agora diversificando com o plantio de laranja. Ela chegou a trabalhar em fábrica na cidade enquanto cursava administração de empresas, mas desistiu. Hoje acompanha o projeto dos pais e irmãos cultivando as espécies de Niágaras (Banca, Bordô e Rose), Vênus, Isabel, De Carli e Moscatel. A produção é entregue para a Ceasa em inatura e para mais duas cooperativas vinícolas.

Mateus tem 16 anos e está no primeiro ano do Ensino Médio, no Instituto Federal e tem a intenção de cursar uma faculdade que possa se identificar com a agricultura, principalmente Agronomia. Por isso seu plano é permanecer na propriedade onde acredita que com o uso da tecnologia, o trabalho vai se tornando mais fácil, aliado à produtividade. Para ele, outro motivo que favorece sua escolha é o fato da família já ter história na agricultura, pois entende que se tivesse que começar seria muito difícil. Assim a família Matana busca no dia a dia manter a história cultivando parreira, que tem também a produção de pêssego e laranja. Com a certeza de que juntos possam enfrentar as dificuldades que o trabalho na agricultura impõe, com os riscos da produção, seguem inovando com persistência e conhecimento, plantando e produzindo alimentos, que em inatura ou manufaturados chegam à mesa de milhares de pessoas.

Confira as fotos da propriedade da família Matana, na Linha Boêmios:

 

Cristiane Matana faz o convite para acompanhar o programa deste sábado:

Patrocinadores:

= LNF LATINO AMERICANA – Atua nas indústrias de álcool de combustível e potável, açúcar, cerveja, sucos e nutrição através da Kera. Telefone (54) 2521-3124

= Livraria e Papelaria Paraná –  Livraria e Papelaria Paraná – Livros, brinquedos, materiais de estritório e tudo em material escolar – Rua Júlio de Castilhos, 734, Farroupilha. Telefone 3261-3667.

= COOPERVIL – Completa linha de insumos e defensivos agrícolas para a agricultura com orientação técnica – Rua Egídio Zamboni, 277. Telefone 3268-9373.

Fotos e vídeo: Gleici Trois