Diocese de Caxias do Sul decreto novas medidas para celebrações religiosas e sociais

O bispo da Diocese de Caxias do Sul,  Dom José Gislon, publicou decreto, que passa a vigorar a partir do dia 1º de agosto, determinando 50% de ocupação dos templos para as missas, celebrações dos sacramentos (batismo e matrimônio), realização de cerimônias funerais, atividades pastorais e ocupação dos salões paroquiais, assim como das quadras e campos de futebol.

O religioso justifica que as medidas recomendam total observância às orientações dos órgãos sanitários e prefeituras, mas que foram tomadas a partir da região Macroserra sair do regime de alerta no Sistema 3As do Governo do Estado, na última semana , diante da redução dos casos de contaminação e de internações. Por fim, o documento menciona a flexibilização nos protocolos apresentada pela Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne).

DECRETO

Para Paróquias, Comunidades, Pastorais e Movimentos Eclesiais no âmbito da Diocese de Caxias do Sul, salvo disposições em contrário nos decretos municipais:

1) Missas, cultos e demais celebrações poderão ser realizadas com ocupação máxima de 50% de assentos, cadeiras ou similares. Ocupação intercalada dos assentos, respeitando distanciamento mínimo de 1m entre pessoas e/ou grupos de coabitantes.

2) Os Sacramentos do Batismo e Matrimônio podem ser celebrados seguindo os mesmos protocolos.
3) As celebrações de Exéquias sejam retomadas conforme o costume local, respeitando os protocolos específicos.

4) Todas as atividades pastorais poderão ser retomadas de forma presencial, tais como a catequese, grupos de jovens, grupos de oração, encontros de pastorais e movimentos, circulação das Capelinhas de Nossa Senhora, etc. Cada pároco, ouvindo as suas lideranças, terá autonomia para organizar essa retomada de atividades, tendo presente a realidade de sua paróquia e da região pastoral, observando-se, em todos os casos, os protocolos sanitários gerais obrigatórios.

5) As atividades esportivas nos ginásios, quadras, canchas de esportes e campos abertos de propriedade das paróquias e comunidades poderão ser retomadas, bem como atividades de lazer, recreação, etc. nos salões paroquiais e comunitários da Diocese, observando-se os protocolos específicos para cada atividade, emitidos pelo poder público municipal.Para a realização de outros eventos presenciais nos salões paroquiais e comunitários é necessária prévia comunicação e autorização dos órgãos competentes no âmbito de cada município.

Foto: Gleici Tróis