Diocese de Caxias do Sul lança campanha de comunicação para o Mês das Vocações 2021

A Diocese de Caxias do Sul dará início no próximo domingo 1º de agosto, ao mês da Vocações 2021.Neste ano, a ação é realizada em comunhão pela Pastoral Vocacional e pela Pastoral Familiar. O tema geral está em unidade com o mote proposto pela Pastoral Vocacional da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB): “Cristo nos salva e nos envia”, também inspirado no lema ” Quem escuta a minha palavra possui a vida eterna” (cf. Jo 5,24). Já a Semana da Família, que acontece entre os dias 08 e 14 de agosto, terá como proposta “Alegria do amor na família”. 

O Mês das Vocações, realizado sempre em agosto, tem como objetivo promover as ações de oração, formação e animação das comunidades católicas e jovens, para o discernimento vocacional. O mote, que segue até o final do período, consiste na distribuição digital de materiais, artes, vídeos e subsídios para as celebrações.

O convite é para que as paróquias e os padres, em sinal de unidade, adotem a mesma imagem de capa de seus perfis e páginas no Facebook. A imagem oficial é de um jovem refletindo com a leitura da Bíblia, para chamar a atenção das lideranças católicas e também dos vocacionados.

Semanalmente, mas redes sociais da Diocese de Caxias do Sul, serão veiculados três vídeos com o testemunho de pessoas que abraçaram as diferentes vocações e trabalham em diferentes áreas da sociedade. A abertura será com a Missa, no Santuário de Caravaggio, no domingo, 1º de agosto, às 11h, com transmissão pelo Facebook e YouTube da Diocese, do Santuário e pela TV Canção Nova RS, canal 41,1.

No Dia dos Pais, 08 de agosto, às 10h, será celebrada a Missa de abertura da Semana da Família, na Paróquia Santo Antônio, no bairro Cinquentenário, em Caxias, com transmissão pelo Facebook da Diocese. Ao meio-dia, será veiculada a tradicional bênção às famílias pelas rádios e redes sociais, com o bispo diocesano, dom José Gislon.

Para o coordenador da Pastoral Vocacional, padre Marciano Guerra, a campanha do Mês das Vocações quer ajudar as comunidades, jovens e famílias a perceberem que a vocação nasce e deve ser cultivada na família e nas próprias comunidades de fé. “Precisamos de padres, mas também precisamos de bons pais de família, de casais que ensinem o bem e a solidariedade, de religiosos e religiosas e de muitos leigos e leigas para continuarmos evangelizando. Todos somos animadores vocacionais, por isso precisamos de coragem para arriscar e precisamos arriscar para encorajar os jovens também”, salienta.

Para ter acesso aos materiais, basta clicar em: https://bit.ly/MesdasVocacoes2021