Diocese de Caxias do Sul publica novo decreto após alterações nos protocolos da bandeira preta

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, publicou um novo decreto nesta sexta-feira, 26, no Diário Oficial do Estado, com alguns ajustes nos protocolos de bandeira preta. Uma das mudanças ocorre na realização das missa, que poderão ocorrer com a presença de até 10% do teto de ocupação ou máximo de 30 pessoas.

Com isso, a Diocese de Caxias do Sul também oficializou as regras a partir da publicação de um comunicado oficial, destinado aos padres e comunidade religiosa. No documento também consta que, conforme as realidades locais, as igrejas poderão permanecer abertas para a oração pessoal dos fiéis e o atendimento individualizado. A medida passa a valer hoje, 27, até quando perdurar a classificação de bandeira preta sem o sistema de cogestão.

COMUNICADO OFICIAL DIOCESE DE CAXIAS DO SUL

DOM JOSÉ GISLON, OFMCap, por Mercê de Deus e da Santa Sé Apostólica Bispo Diocesano de Caxias do Sul, considerando o novo decreto do Governo Estadual, publicado na noite de 26 de fevereiro, que flexibiliza alguns protocolos da “bandeira preta” no Modelo de Distanciamento Controlado adotado no Estado, para conter o avanço da pandemia do Covid-19 (Coronavírus),

DECRETA

as seguintes medidas, para as Paróquias, Comunidades, Pastorais e Movimentos eclesiais no âmbito da Diocese de Caxias do Sul:

1) Missas, cultos e demais celebrações poderão ser realizadas COM A PRESENÇA DE FIÉIS, respeitando o limite de ocupação de: “OU máximo 30 pessoas OU 10% do público“. Ocupação intercalada de assentos, respeitando o distanciamento mínimo de 1m entre pessoas e/ou grupos de coabitantes. Obrigatória utilização de máscaras, disponibilização de álcool em gel, higienização dos bancos das igrejas e demais protocolos já explicitados nos decretos anteriores (Cf. Decreto Estadual nº 55.771, de 26 de fevereiro de 2021).

2) Os Sacramentos do Batismo e Matrimônio podem ser celebrados seguindo os mesmos protocolos.

3) Conforme o costume e as realidades locais, as igrejas poderão permanecer abertas para a oração pessoal dos fiéis e o atendimento individualizado.

4) Quanto ao funcionamento das demais atividades, sejam observadas as medidas estabelecidas nos comunicados anteriormente expedidos pela Diocese.

O presente decreto diocesano entra vigor na data de hoje e é válido até quando perdurar a classificação de “bandeira preta”, sem o sistema de “co-gestão”, para a região da Serra Gaúcha.

Pela intercessão de Nossa Senhora de Caravaggio, Mãe, Rainha e Padroeira de nossa Diocese, invoco sobre todos as bênçãos divinas de saúde e paz.

Dado e passado em nossa Cúria Diocesana, sob o sinal do nosso selo.

Caxias do Sul, 27 de fevereiro de 2021.

Dom José Gislon, OFMCap.
Bispo Diocesano de Caxias do Sul

Pe. Eleandro Teles
Chanceler do Bispado

Foto: Leandro Ávila