Diretores de Escolas Municipais relatam emoção de ter alunos de volta às salas de aula em Farroupilha

Depois de meses com as salas de aula fechadas, as Escolas Municipais de Farroupilha voltaram a receber nesta quinta-feira, 29, estudantes da educação infantil até o nono do Ensino Fundamental. Neste primeiro momento, as turmas foram divididas em grupos, que estão fazendo alternância entre as aulas presenciais e remotas. Caso a família ainda não esteja organizada ou segura, ela têm a liberdade de deixar a criança em casa. Mas uma coisa é certa, os alunos que voltaram hoje foram acolhidos por todos com muita felicidade e gratidão.

Embora longe da normalidade, as crianças e adolescentes puderam rever os colegas, professores, direção e funcionários. O reencontro ocorreu de acordo com os protocolos sanitários, como o uso da máscara, a aferição da temperatura, a aplicação de álcool em gel, o distanciamento, entre outros. Os profissionais da educação que voltaram hoje foram testados para a Covid-19, sendo que nenhum apresentou resultado positivo para a doença.

Ao longo da manhã, no programa Miriam Comunidade, nós conversamos com professores e diretores de escolas. Todos relataram que o dia foi tomado pela felicidade do reencontro, pela emoção de poder estar fazendo o seu trabalho presencialmente e gratidão pela união de muitos pelo bem da educação.

A VOLTA ÀS AULAS

VERIDIANA BRUSTOLIN – ESCOLA SANTA CRUZ 

Para a diretora da Escola Santa Cruz, de Nova Milano, Veridiana Brustolin, o retorno às aulas é motivo de comemoração para a escola e para sua comunidade. “Nós estamos vivendo uma explosão de sentimentos. É muito, muito bom matar a saudade, ver a carinha dos nossos alunos, dos nossos professores realizados com esse retorno. É algo que de fato enche o nosso coração de alegria e de gratidão. Neste momento a gente só pode comemorar e agradecer por poder estar juntos aqui na nossa escola de novo. Que é o espaço onde a gente sempre quis estar”, expressa.

 

RODRIGO MENEZES NASCIMENTO – ESCOLA NOVA SARDENHA

O diretor da Escola Nova Sardenha, Rodrigo Menezes Nascimento, acredita que, embora inicialmente seja em formato híbrido, com 50% dos alunos em casa, é um passo muito importante. “Não é o ideal, mas já é bem satisfatório. Esperamos que logo possamos atender todos de forma normal”, comenta. Neste primeiro dia houve pouca adesão dos alunos, mas ele imagina que seja porque o transporte escolar ainda não normalizou o atendimento, uma vez que 280 dos seus 300 alunos utilizam os veículos. Por fim, Rodrigo também destacou que os pais e alunos não precisam ter receio, pois a escola está cumprindo todo os protocolos sanitários. “Aos pais, fiquem tranquilos, que os filhos serão bem cuidados”, afirma.

 

LEDA ZANELLA PANCOTTO – ESCOLA PRESIDENTE DUTRA

De acordo com a diretora da Escola Presidente Dutra, Leda Zanella Pancotto, a comunidade escolar está bastante emocionada e feliz por ter novamente os alunos nas salas de aula. “O ambiente escolar tem vida e a vida dele é os alunos”, lembra. A direção e professores da instituição esperam que isso permaneça e que seja possível seguir desenvolvendo o trabalho de forma presencial. Leda ressalta que a escola está respeitando todas as normas e pede a colaboração dos alunos para que sejam cumpridos os protocolos, zelando pelo bem de todos.

 

ODAIR LEVANDOSKI – ESCOLA 1º DE MAIO

Conforme o diretor da Escola 1º de Maio, Odair Levandoski, este dia de retorno está sendo muito gratificante, principalmente por ver a expressão dos alunos ao estarem novamente na sala de aula. Mesmo com a felicidade de rever a comunidade escolar, ele recorda que ainda estão bastante apreensivos com a situação da pandemia. “Todos nós, escola e família, estamos preocupados em seguir os protocolos de segurança e distanciamento. Mas tenho certeza que, como sempre, a nossa família 1º de Maio vai ser muito participativa. A gente vai tirar de letra!”, afirma.

Fotos: Divulgação/Escolas Municipais Farroupilha