Exportações crescem 270% na Cooperativa Vinícola Garibaldi

Vêm do exterior as boas notícias para os negócios da Cooperativa Vinícola Garibaldi. Enquanto o mercado doméstico sofre um leve desaquecimento consequente da pandemia e seus efeitos sobre a economia, as vendas internacionais estão rendendo uma safra de importantes conquistas. Até o mês de maio deste ano, o volume de exportações registradas pela Cooperativa Vinícola Garibaldi já é 270% maior do que o total registrado em 2019.

A Agente de Exportação da Cooperativa Vinícola Garibaldi, Mari Balsan disse que esse volume de exportações é fruto de um projeto gestado com planejamento e desenvolvido constantemente ao longo dos últimos dois anos, a Cooperativa Vinícola Garibaldi embarcará nos próximos dias cargas que ultrapassam o total de 15 mil garrafas para o Exterior. Mais do que transações comerciais, os negócios são um importante marco na abertura de novas fronteiras mercadológicas.

O maior pedido está direcionado ao Japão, nação que recebe os produtos da marca pela primeira vez – ao todo, serão 4200 garrafas de Moscatel Rosé e outras 1100 de suco integral. Outro país com quem a Cooperativa Vinícola Garibaldi inaugura relação comercial é Taiwan, com 500 garrafas de espumantes.

As remessas para o Exterior também contemplam parceiros já tradicionais da cooperativa. A Nigéria está importando 3.000 garrafas de Moscatel Rosé e de Moscatel Branco. Para a China, serão embarcadas 2.880 garrafas de frisante, enquanto para o Canadá serão 2700 garrafas de suco integral e 750 garrafas de suco biodinâmico. E é para o mercado canadense que, em breve, a vinícola também ampliará suas vendas. A cooperativa já tem agendada uma remessa de espumantes da linha Garibaldi para ser enviada à província de Saskatchewan, no centro-oeste do Canadá.

 

Ouça áudio com a agente de Exportação da Cooperativa Vinícola Garibaldi, Mari Balsan:

 

Foto: Augusto Tomasi-divulgação