Frente da Agropecuária Gaúcha protocola emenda de R$ 50 milhões ao Orçamento da Secretaria da Agricultura

A Frente da Agropecuária Gaúcha da Assembleia Legislativa protocolou na tarde desta quinta-feira, 07, uma emenda de R$ 50 milhões para ampliar o orçamento da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural. O assunto foi discutido com os presidentes da Frente Parlamentar, deputado Elton Weber (PSB) e da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag/RS), Carlos Joel da Silva.

Eles estiveram reunidos com o relator do Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) 2022, deputado Mateus Wesp (PSDB) e o secretário de Planejamento, Governança e Gestão, Claudio Gastal. Também participaram o chefe de Gabinete da Casa Civil, Jonatan Brönstrup e técnicos da Secretaria de Agricultura, bem como deputados integrantes do colegiado.

O entendimento é que a suplementação irá garantir uma melhor capacidade de investimento e custeio. Assinam a emenda 12 parlamentares de oito partidos. Com a proposição de elevação do orçamento seria possível a injeção de recursos em programas estruturantes para os próximos ciclos. Weber também reforçou ao secretário Gastal a necessidade de lançamento do Avançar Desenvolvimento Rural neste semestre.

A sugestão é que os recursos sejam destinados à agricultura familiar, agroindústria familiar, apoio a feiras da agricultura familiar, apoio a cooperativas, pecuária familiar, infraestrutura, além de armazenamento de água e irrigação. A proposta tem respaldo da Fetag-RS. “A grande maioria dos municípios gaúchos tem sua economia alicerçada nas atividades agropecuárias. Entendemos que tanto a pauta do Avançar quanto a proposta de incremento do Orçamento são de suma importância”, reforça Weber.

O presidente da Fetag-RS Carlos Joel da Silva acrescentou a necessidade de verba para um programa de recuperação de solo. “Desnecessário explicar a importância da agricultura familiar para o Estado, somos diretamente responsáveis por 23% do PIB estadual, se falarmos indiretamente, chegamos a 50%”.

Gastal se colocou à disposição para analisar as questões, como a maior efetividade dos programas, menor burocracia e plena execução de recursos. Ele reforçou que haverá um Avançar para a agricultura, mas sem fornecer detalhes sobre prioridades de fomento e recursos. Na próxima quarta-feira, deputados da Frente da Agropecuária, governo e entidades prosseguem o diálogo sobre o Avançar.

Deputados que assinam a emenda:

Elton Weber (PSB)
Beto Fantinel (MDB)
Adolfo Brito (PP)
Carlos Búrigo (MDB)
Clair Kunh (MDB)
Ernani Polo (PP)
Paparico Bacchi (PL)
Tenente Coronel Zucco (PSL)
Thiago Duarte (DEM)
Vilmar Lourenço (PSL)
Zé Nunes (PT)
Zilá Breitenbach (PSDB)

Foto: Vanessa Weber