Prefeitura e entidades definem regras mais rígidas para contenção da Covid-19

Uma reunião na manhã desta quarta-feira, 24, no Sindilojas, reuniu o prefeito de Farroupilha, Pedro Pedrozo, e representantes de entidades, a fim de traçar diretrizes para evitar a disseminação do coronavírus no município. A partir das sugestões, Farroupilha fará um decreto que torna as medidas mais rígidas. O documento deve ser publicado ainda hoje. Com isso, a prefeitura espera contribuir com a região para que não haja o retorno à bandeira vermelha.

As propostas sugeridas pelos líderes referem-se a ações que promovam diminuição das pessoas que circulam por Farroupilha, toque de recolher, restrição no horário de funcionamento do comércio aos sábados e ampliação do atendimento em bancos e lotéricas.

De acordo com o prefeito, o isolamento nesse momento é ainda mais importante, visto que os casos na Serra estão aumentando e, se não houver cuidados, o Estado fechará a região mais uma vez. “Se nós tivermos que ficar 15 dias (fechados), com a quantidade de indústrias, com o comércio nosso, nós vamos quebrar. Se nós não nos cuidarmos, os governos vão nos fechar. Então, por isso esse pacto. Nós temos que fazer um pacto de nos cuidar”, salienta Pedrozo.

CONHEÇA AS PROPOSTAS
  1. Apenas uma pessoa por famílias ficaria responsável por fazer compras em geral, salvo acompanhantes de idosos e crianças com deficiências, com exceção de serviços de saúde.
  2. Toque de recolher de segunda a sexta-feira, das 22h às 4h. Além disso, o fechamento total nos sábados a partir das 17h, exceto restaurantes que poderiam funcionar até às 22h. Nos domingos, os estabelecimentos apenas trabalhariam por meio de telentrega.
  3. Ampliação do horário de atendimento de bancos e lotéricas das 8h às 17h e, ainda, agendando atendimentos. Esses estabelecimentos também deveriam disponibilizar funcionários para controlar as filas.
  4. As pessoas poderão ser multadas em caso de descumprimento das medidas contidas no decreto, inclusive com autuações para aqueles que não usarem máscaras.

Ouça a entrevista com o prefeito de Farroupilha, Pedro Pedrozo:

 

Foto: Gleici Trois