Primeira Feira Brasileira do Grafeno na UCS teve público de mais de 3 mil pessoas

Em sua primeira edição, a Feira Brasileira do Grafeno reuniu um público de mais de 3 mil visitantes interessados em conhecer as possibilidades e resultados no mercado do produto que é considerado um dos maiores recursos da atualidade para aplicações em alta tecnologia. Material que vem revolucionando a indústria mundial, um dos mais fortes e leves do mundo, e o mais fino que existe, o grafeno é 200 vezes mais resistente que o aço.

De tecidos a peças técnicas e estruturais, como vergalhões, equipamentos de proteção, como capacetes, a utilidades domésticas, os investidores, empresários e potenciais desenvolvedores de novos negócios e empresas que passaram pela Instituição de 9 a 16 de julho puderam conhecer 17 expositores e projetos que materializam as parcerias da UCSGRAPHENE, planta de aplicação, caracterização e produção de grafeno da UCS. Para além de Caxias do Sul, o público de interessados alcançou também outros estados e países como a Argentina, os Emirados Árabes e os Estados Unidos.

A realização foi da Fundação Universidade de Caxias do Sul, da Universidade de Caxias do Sul, da UCSGRAPHENE, da ZextecNano e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações.

Foto: Claudia Velho