Projeto de Estação de Tratamento de Esgoto está dentro do cronograma previsto

O governador do Estado, José Ivo Sartori, esteve na manhã desta sexta-feira vistoriando as obras da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do bairro Santa Catarina. Sartori disse que hoje a Corsan tem obras de saneamento em 200 municípios do Rio Grande do Sul. “O tratamento de esgoto ainda é pequenos e precisa ser ampliado”, afirmou o Governador.

O investimento nesta primeira etapa da ETE é da ordem de R$ 11,5 milhões. Os trabalhos que estão dentro do cronograma previsto devem estar concluídos, nesta primeira fase, na metade de 2019.

O diretor de Expansão da Corsan, Marcus Vinicius Caberlon,  disse que a  obra está dentro do cronograma previsto e a expectativa é de que em 2020 a estação esteja operando e nesta primeira etapa terá capacidade para tratar 35 litros por segundo. O projeto total contempla quatro etapas e ao final terá capacidade de tratar  149 litros por segundo.

Caberlon falou também sobre  o projeto das redes coletaras  de esgoto  que também terá que ser executado. Ele adiantou que a licitação já foi feita e está em fase de julgamento. A previsão é de que  a execução do projeto inicia no inicio de 2019. O custo será R$ 11,5  milhão.

Outro projeto de  redes coletoras será implantado no bairro 1º de  Maio. O diretor de Expansão da Corsan, informou que a licitação será realizada no primeiro semestre do próximo ano com as obras iniciando no segundo semestre. O projeto está estimado em R$ 21 milhões. ( ouça áudio com diretor de Expansão da Corsan, Marcus Vinicius Caberlon)

Fotos: Celso Sgorla

male no A Tagweight no A Tagcbd no A Tag