Projeto social realiza isolamento térmico de residências com caixinhas de leite

O que representa o inverno para você? Enquanto para uns a estação pode remeter ao aconchego do lar, gastronomia, fogão à lenha, para outros ela pode ser sinônimo de desconforto e incômodo. Foi preocupado com essa realidade que o músico farroupilhense, Calebe Coelho, resolveu agir e oferecer mais qualidade de vida para as famílias que vivem em moradias humildes, com frestas. Há cerca de dois meses, Cabele e dezenas de voluntários do grupo As Andorinhas vêm arrecadando e instalando caixinhas de leite nas paredes das moradias, a fim de criar um isolamento térmico e fornecer conforto aos moradores.

De acordo com o idealizador do projeto, as caixinhas, que se tornariam lixo, são retiradas do meio ambiente e ainda ajudam a aquecer os espaços. Desde o início do projeto, já foram arrecadadas cerca de 4 mil caixinhas. A orientação é para que os itens sejam entregues, dentro da possibilidade, limpos e abertos (sendo cortada a parte de cima e debaixo da caixinha, além da lateral, onde há uma emenda).

Após, o material é encaminhado para uma gráfica, que realiza um corte padrão. Na sequência, um grupo de costureiras voluntárias costura as embalagens umas na outras, formando grandes placas, facilitando o trabalho na hora da instalação. Além disso, nos cômodos, essas placas são fixadas com o uso de uma grampeadeira pneumática, doada pela Associação Farroupilhense de Proteção ao Ambiente Natural (Afapan), que agiliza e facilita o processo.

Segundo Calebe, o projeto está em constante aprimoramento. No momento, ele estuda um jeito de fazer com que as caixinhas sejam agrupadas por meio de colagem, fazendo uso de algum equipamento. Isso faria com que o trabalho fosse agilizado e não exigiria da mão de obra das costureiras. Além disso, durante o trabalho, foram sendo feitas descobertas, como a possibilidade de criar sacos de dormir e mantas térmicas com caixinhas para que os moradores de rua possam se aquecer no inverno.

Até o momento, foi possível instalar o isolamento térmico em duas moradias de Farroupilha. “É uma maneira de a gente fazer um carinho. A gente não quer resolver os problemas do mundo, mas se a gente puder resolver o problema de uma, duas ou dez, enfim, quantas pessoas a gente conseguir, ótimo né? A gente vai fazer isso!”, salienta.

COMO COLABORAR

As caixinhas, se possível, limpas e abertas, podem ser entregues nos seguintes pontos de coleta:

* Estúdio Calebe Coelho – Edifício Anubis, rua Júlio de Castilhos, 734 – sala 211 – Centro (na galeria ao lado da Livraria Paraná).
Obs: podem ser deixadas as sacolas na porta.

* Loja de Conveniência Aghora
* Espaço Pastori
* Drops de Menta
* Polli Materiais de Construção.

Ouça a entrevista com o idealizador do projeto, Calebe Coelho:

 

Fotos: Divulgação