Rebentos da videira mais antiga do mundo são plantados em Bento Gonçalves

Dois rebentos da videira mais antiga do mundo, com cerca de 500 anos, vieram da Eslovênia e foram plantados nesta quarta-feira em Bento Gonçalves. Os ramos serão cultivados no Vinhedo do Mundo no Ecomuseu da Dal Pizzol Vinhos Finos e na Fundaparque .

Localizada no centro histórico de Lent, na cidade de Maribor, Eslovênia, a variedade Modra kavcina (autóctone) está sustentada na parede externa de uma casa do século XVI, por tutores de madeira em extensão de 30 metros, com um tronco de cerca de 80 cm de diâmetro. Atualmente a casa histórica e a vinha velha (Stara Trta) são Patrimônio da Humanidade.

Apesar da idade, a vinha velha produz  anualmente cachos de uva com formato piramidal; bagas redondas de cor azulada, cobertos de pruína e pesando cerca de 100 gramas, de acordo com o andamento do clima e da fertilização.

Anualmente é realizada uma colheita simbólica, que fica entre 35 e 55 kg de uvas. Após a vinificação, são envasadas entre 100 e 200 garrafas de vinho, contendo apenas 250 ml de vinho cada.

Foto: Emanuele Nicola