Santuário de Caravaggio: cerca de mil cruzes lembrarão falecidos neste ano de pandemia

O Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio prepara uma ação importante para prestar homenagem às pessoas que partiram durante este um ano de pandemia no Brasil, e também pedir pela saúde de toda a população. Será nesta Segunda-feira e Terça-feira Santa, 29 e 30 de março, que cerca de mil cruzes, simbolizando as 300 mil mortes por Covid-19, serão posicionadas defronte ao Santuário. A ação leva o nome de Vida que Cuida da Vida, lembrando sobre a responsabilidade que temos pela vida do próximo, especialmente em meio a uma pandemia.

Feitas de madeira e pintadas de branco, as cruzes simbolizam não somente as pessoas que perderam a vida lutando contra a Covid-19 desde março de 2020, mas também lembra a todos os que partiram neste período de outras causas. Em função da pandemia, velórios e enterros, ritos católicos importantes, precisaram ser realizados de forma mais rápida, o que tornou ainda mais difícil encarar as despedidas e viver o processo de luto de milhões de famílias no mundo todo.

Além disso, as preces serão para pedir pela vida dos profissionais da linha de frente de hospitais, médicos, enfermeiros e higienizadores, que diariamente se arriscam para salvar pessoas em um cenário tão difícil e conturbado. Em ambos os dias da ação, a programação encerrará com a celebração da missa às 17h e do terço às 18h, na frente do Santuário. Os que quiserem enviar o nome do seu familiar podem participar por meio de um post do Facebook do Santuário (clique aqui).

“É uma recordação aos falecidos do ano desta pandemia. É um tempo muito difícil para todos, de forma geral, porque não pudemos ter a oportunidade de nos despedirmos de forma adequada da nossa gente, da nossa família. Os pedidos por missa de falecidos aumentaram muito no Santuário e notamos que não param de chegar os que nos confiam suas orações pela saudade, pela dor de não poder se despedir. Queremos que não seja um momento de dor, mas sim, de reafirmação da esperança”, explica o reitor do Santuário, padre Gilnei Fronza, que completa: “não podemos tolerar a naturalização da morte por asfixia e por falta de leitos hospitalares”.

O período de Páscoa é propício à reflexão e pode contribuir para que as pessoas internalizem o apelo de consciência pela vida de cada um e do próximo. “Que a morte não tenha a última palavra e que possamos continuar lutando pela vida. Rezar pelos mortos é também um apelo para que a gente siga cuidando uns dos outros com atitudes bem elementares, como o uso de máscara, o distanciamento social e os cuidados em lavar as mãos enquanto demora-se a vacinação da população”, lembra o padre.

A AÇÃO

– Vida que cuida da Vida: cerca de mil cruzes de madeira, preparadas por membros da comunidade de Caravaggio, serão expostas na Segunda-feira e Terça-feira Santa, 39 e 30 de março, em frente ao Santuário.

– Às 17h e 18h, serão celebradas missa e terço em homenagem aos mortos pela Covid-19 e pelos que partiram neste ano de pandemia. A programação será transmitida pelas redes sociais do Santuário (Facebook, Instagram e YouTube).

– Quem quiser prestar homenagem a algum familiar que tenha partido e dedicar orações, pode enviar o nome completo do familiar por meio de um post do Facebook do Santuário (clique aqui).

Texto e artes: Santuário de Caravaggio