Segunda noite de celebrações preparatórias à Romaria Votiva ocorreu em Nossa Senhora do Loreto

A localidade de Nossa Senhora do Loreto, com apoio das comunidades da Segunda Légua, sendo elas São Martinho, São Virgílio, São Valentim, São Cristóvão e Santo Antônio, recebeu a segunda celebração em preparação a 119ª Romaria Votiva. A missa contou com a presença dos secretores do santuário de Caravaggio e o pároco da paróquia Santo Antônio da Forqueta, Celso Ciconetto. A missa teve a presença da imagem de Nossa Senhora de Caravaggio, que está visitando as comunidades que integram aquela paróquia.

Até o dia 24 de janeiro, igrejas da paróquia de Forqueta promovem as celebrações. Já do dia 25 de janeiro ao dia 1º de fevereiro, as comunidades participam das missas diretamente no Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio, sempre às 20 horas.

Ao longo dos 13 dias que antecedem a grande festa votiva, realizada no dia 02 de fevereiro, a rádio Miriam Caravaggio transmite todas às noites, às 20 horas, as celebrações. Nesta terça-feira, dia 22, quem promove a missa é a comunidade São João. Acompanhe pela frequência 1160 AM, site ou aplicativo.

 

Histórico da comunidade

Toda a região de Loreto, conhecida como Segunda Légua foi colonizada por imigrantes italianos. O primeiro a chegar na comunidade foi Giuseppe Boschetti com sua família em 30 de novembro de 1875. Em apenas 17 anos se deu a colonização da comunidade de Loreto e de toda a região de Segunda Légua. Na bagagem, os imigrantes italianos trouxeram a religiosidade e especialmente a devoção a algum santo e deram ao lugar aonde aportaram o nome do santo do lugar onde tinham saído da Itália ou que eram devotos. Como em outros lugares, com Loreto não foi diferente. Um dos imigrantes trouxe em sua bagagem uma moldura, um quadro com a imagem de Nossa Senhora de Loreto. Com o passar do tempo e em comum acordo deram ao lugar esse nome.

A primeira igreja foi construída em 1885 e deram o nome de Capela Nossa Senhora de Loreto. Como passar dos anos a capela foi ficando pequena e, por isso, em 1930 foi inaugurada a atual igreja. Conta a história e uma antiga tradição que o santuário de Loreto na Itália guarda a casa onde morou Nossa Senhora em Nazaré da Galiléia.

Em Loreto também existe uma escola de ensino fundamental que se chama Caetano Costamilan. Os imigrantes italianos também apreciavam o futebol. Em 21 de setembro de 1931 os filhos dos primeiros imigrantes italianos fundaram o Esporte Clube Primavera que, posteriormente, passou a se chamar Grêmio Esportivo Loreto. Bem mais tarde, em 10 de junho de 1986, as mulheres que pertenciam a comunidade fundaram a associação do Clube de mães Nossa Senhora de Loreto que existe ainda hoje e integra as mulheres da comunidade em seus encontros, momentos de lazer e novas aprendizagens.

As famílias que moram na comunidade possuem uma ótima estrutura econômica, com destaque para a vitivinicultura. Loreto sempre se destacou por ser uma comunidade muito religiosa. Os moradores participam de todas as atividades espirituais da comunidade, renovam a sua fé e força para continuar a caminhada.

A festa da padroeira é celebrada todos os anos com a devida preparação e com a celebração eucarística sendo o centro das festividades. A comunidade se organiza a partir do Conselho Comunitário que planeja os eventos, reúne as lideranças, toma as melhores decisões para a comunidade. Muitos serviços dão a dinâmica da comunidade como a equipe de liturgia e canto, a catequese, as zeladoras de capelinha, as equipes administrativas entre outros.

Em 2018 a comunidade teve a graça de receber as santas missões que proporcionaram a todos os moradores a renovação da fé. Muitos padres marcaram a vida da comunidade e da região e foram importantes tanto no aspecto espiritual como cultural. Atualmente o Padre Celso Ciconetto é quem atende a comunidade.

 

Confira as fotos da celebração na Comunidade Nossa Senhora do Loreto:

Fotos: Leandro Ávila

 

PROGRAMAÇÃO

Missas celebradas nas comunidades da Paróquia Santo Antônio, de Forqueta (Caxias do Sul), às 20 horas:

22/01 – Comunidade São João
23/01 – Comunidade Santos Anjos
24/01 – Igreja Santo Antônio (Matriz)

Missas celebradas no Santuário, às 20 horas:

25/01 – Paróquia Jesus Bom Pastor
26/01 – Paróquia Nossa Senhora de Caravaggio
27/01 – Paróquia Jesus Ressuscitado
28/01 – Paróquia Nossa Senhora do Rosário – Pinto Bandeira
29/01 – Paróquia São Marcos
30/01 – Paróquia Sagrado Coração de Jesus
31/01 – Paróquia São Pedro e São Paulo, de Nova Roma do Sul
01/02 – Paróquia Santa Cruz, de Nova Milano

Dia 02/02 – Romaria Votiva

Durante a manhã, a programação inicia às 9h, com a primeira missa. Às 10h30, ocorre celebração solene, seguida da tradicional procissão das máquinas pela Avenida Dom José Barea, e posterior bênção às máquinas agrícolas em frente ao Santuário. À tarde, às 12h30, ocorre o almoço festivo, seguido da récita do terço às 14h, e missas às 15h, 16h e 17h.