Serra Gaúcha e outras dez regiões são classificadas com bandeira preta

O mapa preliminar da 42ª rodada do Modelo de Distanciamento Controlado, divulgado nesta sexta-feira, 19, colocou pela primeira vez a Serra Gaúcha em bandeira preta, que indica risco altíssimo de contaminação por Covid-19. O Rio Grande do Sul está em alerta máximo, pois 11 das 21 regiões foram previamente classificadas com bandeira preta, o que representa 68,4% da população gaúcha, ou seja, mais de dois terços. As outras dez regiões foram classificadas em bandeira vermelha.

O governador Eduardo Leite disse que este é o momento mais grave da pandemia no Estado. Entre as medidas anunciadas está a restrição da circulação a partir deste sábado, 20, entre às 22h e 5h. Ele também informou que irá discutir sobre o fim da cogestão com a Federação das Associações de Municipal do Rio Grande do Sul (Famurs). Além disso, a recomendação é para que as aulas nas redes pública e privada, no modo presencial, sejam temporariamente suspensas.

Acesse aqui a live do Governo do Rio Grande do Sul.

RESUMO DA 42ª RODADA

REGIÕES COM AUMENTO DE RISCO (15)

VERMELHA > PRETA (10)
Canoas (em cogestão)
Capão da Canoa (em cogestão)
Erechim (em cogestão)
Lajeado (em cogestão)
Novo Hamburgo (em cogestão)
Palmeira das Missões (em cogestão)
Passo Fundo (em cogestão)
Porto Alegre (em cogestão)
Santa Cruz do Sul (em cogestão)
Taquara (em cogestão)

LARANJA > PRETA (1)
Caxias do Sul (em cogestão)

LARANJA > VERMELHA (4)
Bagé (em cogestão)
Ijuí (em cogestão)
Pelotas (em cogestão)
Santa Rosa (em cogestão)

REGIÕES QUE FICARAM IGUAIS (6)

VERMELHA
Cachoeira do Sul (em cogestão)
Cruz Alta (em cogestão)
Guaíba
Santa Maria
Santo Ângelo (em cogestão)
Uruguaiana (em cogestão)

Arte: Governo do Rio Grande do Sul