Serra gaúcha e outras sete regiões são mantidas na bandeira vermelha

O Governo do Estado anunciou no final da tarde desta segunda-feira, 27, que a Serra gaúcha permanecerá na bandeira vermelha do Distanciamento Controlado pela terceira semana consecutiva. De acordo com o governador, Eduardo Leite, a região tem quatro índices em bandeira preta e piora em outros dois, classificados pela cor vermelha. Esses foram os pontos que fizeram com que os recursos encaminhados pela Associação dos Municípios da Encosta Superior Nordeste (Amesne) fossem negados pelo Comitê de Crise do Governo. As novas classificações passam a valer nesta terça-feira, dia 28 de julho.

No total, foram mantidas as mesmas oito regiões da semana anterior em bandeira vermelha. O Governo do Estado indeferiu os recursos da Serra e das regiões de Novo Hamburgo, Palmeiras das Missões e Passo Fundo. As regiões de Capão da Canoa, Taquara, Canoas e Porto Alegre não contestaram a bandeira.

O prefeito Pedro Pedrozo lamenta que o município esteja pela terceira semana na bandeira vermelha. Ele ressalta que todos os esforços estão sendo tomados pelos prefeitos que compõe a região para tentar uma flexibilização em setores importantes da economia.

Segundo o presidente da Amesne, João Carlos Breda, a entidade recebeu também uma proposta do Estado para flexibilização das regras da bandeira vermelha. Ele explica que o assunto será discutido com os representantes das cidades que compõe a região, para posteriormente revelar uma posição ao governador Leite. “Esperamos juntos encontrarmos uma solução mais construtiva e que contemple a real situação de cada região, especialmente a nossa”, relata.

Confira o vídeo com a prefeito de Farroupilha, Pedro Pedrozo:

 

Confira o vídeo com o presidente da Amesne, João Carlos Breda:

 

ÍNDICES DA SERRA

Indicador vermelho

  • Aumento nas hospitalizações de pacientes positivos para o coronavírus;
  • Crescimento em internações em leitos de UTI coronavírus.

Indicador preto

  • Crescente número de óbitos;
  • Relação de leitos de UTI’s livres, com uma vaga aberta para cada duas ocupadas;
  • Índices em elevação de hospitalizações por Covid-19 para cada 100 mil habitantes;
  • Relação de leitos de tratamento intensivo do Estado.
REGRA 0-0

Das 49 cidades da macrorregião, 23 entram no regramento de zero hospitalizações e nenhum óbito. Por isso, elas poderão ter o regramento por bandeira laranja. São elas: Alto Feliz, Boa Vista do Sul, Coronel Pilar, Cotiporã, Esmeralda, Fagundes Varela, Ipê, Jaquirana, Linha Nova, Monte Alegre dos Campos, Nova Araçá, Nova Bassano, Nova Pádua, Nova Roma do Sul, Paraí, Picada Café, Pinhal da Serra, São Jorge, São Vendelino, União da Serra, Vale Real, Vila Flores e Vista Alegre do Prata.

Foto: Divulgação
Vídeo: Assessoria Prefeitura de Farroupilha/ Assessoria Prefeitura de Cotiporã