Serra permanece na bandeira vermelha no mapa definitivo no modelo de distanciamento

A macrorregião da Serra foi confirmada em bandeira vermelha no mapa definitivo do Distanciamento Controlado divulgado pelo governo do Estado na tarde desta segunda-feira, 28, pela quinta vez consecutiva. A região, que tem Caxias do Sul como maior cidade, teve esse indicativo na última sexta e resolveu não recorrer para tentar reverter a classificação. Isso porque os municípios podem adotar medidas mais brandas (quase iguais aos da bandeira laranja) em função do modelo de cogestão.

Dos quatro indicadores regionais, Caxias do Sul alcançou classificação de risco máximo (bandeira preta) em dois deles. É o caso do número de hospitalizações por covid-19 para cada 100 mil habitantes e da projeção de óbitos.

Nessa avaliação 14 cidades que não tiveram óbitos ou hospitalizações de moradores nos 14 dias antes da avaliação dos indicadores pelo Comitê de Dados do governo estadual entram na regra 00 e podem seguir os protocolos da bandeira laranja. O municípios que entram nessa classificação são: Cotiporã (a cidade registrou a primeira morte por covid-19 no último dia do período, mas ela não entrou na avaliação), Esmeralda, Fagundes Varela, Guabiju, Monte Belo do Sul, Pinhal da Serra, Protásio Alves, Santa Tereza, São Jorge, São Vendelino, União da Serra, Vale Real, Vila Flores e Vista Alegre do Prata.

 

Foto: Divulgação/Governo do estado