Vereadores de Farroupilha visitam Canil Municipal que atualmente abriga mais de 220 cães

O Canil Municipal de Farroupilha recebeu nesta terça-feira, 05, a visita de uma comitiva de vereadores, formada por Felipe Maioli (MDB), Gilberto do Amarante (PDT), Juelci de Souza (PDT) e Juliano Baumgarten (PSB), a fim de analisar como estão as instalações e o trabalho de proteção animal no município. De acordo com a diretora responsável pelo espaço, Arlene Lazzari, o abrigo tem capacidade para 250 cães. Atualmente, o canil está acolhendo 222 animais, sendo aproximadamente 180 em ambientes compartilhados (canis) e 42 em correntes com casinhas individuais.

A quantidade de cães, segundo Arlene, é resultado do aumento dos abandonos registrados ao longo da pandemia, principalmente em 2021. O relatório do Departamento de Proteção Animal mostra que no ano passado foram 200 denúncias averiguadas, enquanto que, até setembro de 2021, já são 429 no município. Além disso, os dados revelam que 204 animais foram recolhidos até o final do mês de setembro.

Durante a visita houve a constatação de que mais animais, se comparado ao passado, estão sendo abrigados em casinhas individuais, com o uso de corrente. O vereador Juelci de Souza, que é defensor da causa animal, questionou a medida e lembrou que, quando estava à frente do departamento, ele era cobrado, inclusive pelo Ministério Público, pela quantidade de animais nas correntes. “Hoje nós chegamos aqui e esse número aumentou”, constatou o vereador.

O Canil Municipal utiliza cerca de R$ 600 mil por ano para a manutenção do serviço. Quanto aos próximos trabalhos, uma obra que já estava nos planos da administração passada deverá ser realizada no próximo ano. É o que projeta Arlene, tendo em vista o plano de cercar a área, a fim de que os cães fiquem soltos em um pátio mais amplo, proporcionando bem-estar aos animais.

ADOÇÃO

Com relação às adoções, o número passou de uma média de duas por mês para 18, sendo todos animais castrados e microchipados, afim de evitar o abandono reincidente do animal. Para adotar um cachorro, é necessário ser maior de 21 anos, estar em uma situação familiar estável, residir em uma casa com pátio fechado ou apartamento e dispor de tempo para dar atenção ao animal de estimação. “De cada 20 pessoas que procuram a gente para adotar, um pouco mais da metade consegue”, afirma a diretora. Os interessados devem contatar o Departamento Animal por meio do WhatsApp (54) 99951-5440.

Ouça a entrevista com a diretora responsável pelo Canil Municipal, Arlene Lazzari:

 

Ouça a entrevista com o vereador Juelci de Souza:

 

Foto: Gleici Trois