Farroupilha promove dia D de vacinação para crianças e adultos no próximo sábado

No próximo sábado, dia 12, Farroupilha promove o Dia D de vacinação, serão aplicadas primeiras doses, segundas doses e doses de reforço – dentro do prazo ou atrasadas – tanto para crianças a partir de cinco anos completos como para adultos. A vacinação ocorre das 8h às 13h, no Posto de Saúde Central e nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) dos bairros Primeiro de Maio, América e Cinquentenário. O atendimento para todas as aplicações será por demanda espontânea, sem necessidade de agendamento.

IMUNIZAÇÃO INFANTIL

Crianças de cinco anos e crianças imunossuprimidas, somente podem receber a vacina Pfizer pediátrica. Crianças a partir dos seis anos até 11 anos completos receberão a Coronavac. O intervalo entre a primeira e a segunda dose da Pfizer Pediátrica é de oito semanas, e da Coronavac, 28 dias.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

Crianças entre cinco a 11 anos: É preciso apresentar documento CPF ou Cartão SUS e a carteirinha de vacinação da criança, CPF dos pais ou responsável legal. Não sendo nenhum destes, o acompanhante da criança deve apresentar uma autorização dos pais ou responsável legal, bem como CPF de todos. Crianças imunossuprimidas precisam apresentar documento que comprove a patologia, como receita médica de medicamentos, laudo de profissional de saúde, resultado de exame, dados do prontuário ou E-SUS, ou via avaliação do profissional da sala de vacina.

A partir de 12 anos: Para receber a primeira dose é necessário apresentar CPF, documento com foto e, se possível, comprovante de residência. E para a segunda dose, dose de reforço e dose adicional, é preciso apresentar a carteirinha de vacinação, além do CPF e um documento com foto.

CERTIFICADO DE CORAGEM

Ao serem vacinadas, as crianças entre cinco e 11 anos recebem do profissional de saúde o “Certificado de Coragem”, com a assinatura do seu nome, como forma de reconhecimento pela superação do medo da agulha e ato de bravura no enfrentamento à Covid-19.

INTERVALO ENTRE VACINAS 

O intervalo entre a vacinação infantil contra a Covid-19 e os demais imunizantes previstos na carteirinha de vacinação deve ser de, no mínimo, 15 dias.

PROFESSORES

Com a retomada do ano letivo, a oferta desta opção extra de vacinação também visa possibilitar a imunização de professores e equipes escolares, de maneira a retomarem as aulas com as doses atualizadas.

Foto: Gleici Trois