Gente que Faz: o convidado é o pároco da Paróquia Jesus Ressuscitado, Padre Olavo Bombardelli

Hoje o programa recebe o pároco da Paróquia Jesus Ressuscitado, Padre Olavo Bombardelli. Nascido em 27 de abril de 1961, em Flores da Cunha, ele ingressou em 1974 no Seminário Nossa Senhora Aparecida, em Caxias do Sul, onde completou o ensino fundamental e médio. No ano de 1980, foi residir no Seminário São Lucas, em Viamão, onde graduou-se em Filosofia pela Faculdade de Filosofia Nossa Senhora da Imaculada Conceição.

Em 1987, formou-se em Teologia pela Pontifícia Universidade Católica Rio Grande do Sul (PUC-RS), em Porto Alegre. Em 1986, fez estágio pastoral na Paróquia São Benedito, em Cuiabá, Mato Grosso. Foi ordenado Diácono no dia 02 de agosto de 1987, na Paróquia da Sagrada Família, em Caxias do Sul. Em 24 de janeiro de 1988, foi ordenado presbítero, por Dom Paulo Moretto, na Igreja São Marcos de Otávio Rocha, Flores da Cunha, com o lema sacerdotal: “TU ÉS MEU SERVO, EU TE ESCOLHI” (Is 41,9).

Sua primeira missão foi para fazer parte da equipe sacerdotal da Paróquia Santos Apóstolos, em Caxias do Sul, onde permaneceu até 1993. Em 1994, fui nomeado para um projeto missionário Igrejas-irmãs, na Diocese de Santo André, São Paulo. No ano de 1999, volto para a Diocese de Caxias do Sul, para ser pároco da Paróquia Santa Fé, em Caxias Sul. No ano de 2008, passo a ser pároco da Paróquia Santos Apóstolos. Em 2017, assumiu como pároco na Paróquia São José, no Desvio Rizzo. Desde o dia 06 de março de 2022, Pe. Olavo é oficialmente pároco da Paróquia Jesus Ressuscitado, de Farroupilha.

No decorrer destes anos, participou de alguns cursos de especialização. Em 1989, curso de especialização em capacitação e método Pastoral. Em 1991 e 1992, curso de especialização em Teologia Bíblica no Instituto da Pastoral, de Passo Fundo. Em 1993, fez o curso de Aperfeiçoamento Teológico em Montevidéu, com o teólogo Juan Luiz Segundo. Já em 1999, realizou o curso de Espiritualidade e Animação Missionária, no Centro Internacionale Animacione Missionária, em Roma.

Foto: Gleici Trois